Viajando com bebê de avião

E assim Olivia fez sua estréia no espaço aéreo…não podia ser diferente quando se tem pais com a formiguinha da viagem. Nossa primeira viagem escolhida para inaugurar as Viagens de Pitica foi Amsterdã e tivemos alguns motivos que nos levaram a esta escolha.

Antes de começar a narrar nossa experiência gostaria de deixar bem claro que cada bebê é único e cada experiência é diferente e vivenciada diferentemente por eles. 

Agora voltamos para viagem…

Decolando

Primeiramente foi o calendário de vacinas que aqui no UK termina com 16 semanas – sim, grávidas e mães contam em semanas – e isso dá próximo aos 4 meses, logo ela viajou com 4 meses e meio e vacinada. Segundo, Amsterdã é próxima da Inglaterra, com um voo de 1 hora, o que facilita bastante caso a criança resolva fazer o xou da xuxa – o que é absolutamente normal e só enxergamos quando viramos pais. Temos alguns amigos morando na cidade, os padrinhos da Pitica estavam conosco na Inglaterra e foram conosco para Amsterdã e já fomos visitar a cidade algumas vezes, sendo assim, seria uma viagem para conhecer o ritmo de nossa pequena e ficar com amigos queridos.

O voo já começou errado do aeroporto, atrasando alguns bons minutos. Eu estava segurando a amamentação da pequena para a hora da decolagem, mas não deu, pois não iria iniciar a viagem já estressando a bebezica de nem 5 meses. Mas, compramos um parzinho de chupetas para emergência. Olivia não chupa chupeta, mas li em muitos lugares sobre a importância da sucção na hora da decolagem e pouso e não quis arriscar. Dito e feito, a cria tava alimentada e não queria mamar – e ela já tem a personalidade bem forte e se não quer não tem quem a force a mamar. Então, chupetamos a cria e assim o avião decolou.

Assim que estava estabilizado no céu, papai levantou a cria, deu umas saculejadas e em 10 minutos ela dormiu e assim permaneceu até quase o pouso. E repetimos a dose de chupeta enquanto o avião descia.

A volta foi mais tranquila ainda, pois era BEM cedo (meu digníssimo marido comprou a passagem errada). Chegamos no aero ainda bem cedinho e ela dormiu no carrinho o tempo todo, dormiu no avião e só acordou qd podia já sair do cinto e queria mamar (sim, eu sei, o timing tava péssimo).

E assim fomos e voltamos em nossa primeira viagem de avião com a nossa cria. E já estamos loucos pela próxima.

Dicas:

  • Levar alguns brinquedos no avião;
  • Levar chupeta, mesmo que a criança não chupe;
  • Se já tiver inserido mamadeira, leve a mamadeira semi pronta, tem água no avião para complementar;
  • Muita paciência com o bebê;
  • Uma blusa extra para os pais em caso de voos mais longos e golfadas (tomei uma golfada no voo de volta, mas faltava  pouco para o término da viagem);
  • Documentos sempre em mãos;
  • Se você mora em Brexitland e seu filhote nasceu aqui carregue também a certidão de nascimento;
  • Leve um carrinho leve que desmonte em só uma peça;
  • Seja feliz e curta sua viagem!!

Alguma dica para nos dar para as próximas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s