Experiência no Airbnb

Hoje irei falar sobre uma experiência que vivemos em Portugal e na Bélgica e que foi bem diferente do que já havíamos feito antes. Normalmente reservamos hotéis ou albergues, mas nunca no conceito que é oferecido pelo airbnb.

Claro que a maior proposta do Airbnb é conhecer pessoas diferentes, diferentes culturas, interagir e ir crescendo e aprendendo cada dia mais com tudo de diferente que acontece no mundo e ter o mesmo conforto que teria em sua própria casa, então vamos lá!

O que é o Airbnb?

 

O Airbnb é um produto da indústria norte americana, tendo sido fundado na Califórnia e que surgiu como um projeto de incubadora de faculdade e já recebeu investimento de muitos, inclusive do famoso ator Ashton Kutcher. A proposta do site é permitir que as pessoas anunciem quartos, camas, apartamentos ao redor do mundo – seja para uma noite, um final de semana até uma temporada um pouco maior – para que possam ser reservados por viajantes que prefiram sair da formalidade do hotel e se sentir um pouco mais em casa, estando em uma casa mesmo. Os apartamentos são todos mobiliados e, normalmente, com tudo incluído para dar maior conforto aqueles que alugam o espaço.

Como funciona? Você escolhe um lugar, com direito até a ver sua localização no mapa, e conversa diretamente com o proprietário. Faz a reserva, troca emails e decidem se é a melhor opção para ambas as partes envolvidas e todo este processo já pode ser feito do computador de casa, ou até mesmo do seu celular. Ê modernidade!

Faz seu cadastro, preenche seus dados, seleciona a cidade que você gostaria de visitar, o tipo de acomodação, o período de hospedagem, a média de preço que gostaria de pagar pela sua estadia e voilá! Claro que como todos os lugares hoje em dia você também tem acesso a avaliação dos hóspedes, mas tem o diferencial de os proprietários também te avaliarem após a estadia, o que facilita ambas as partes na hora de escolherem o local e serem escolhidos pelos proprietários.

E como foi a nossa experiência?

Foi muito legal! Claro que experiências são diferentes, mas vou falar um pouquinho sobre como vivenciamos o Airbnb.

Já temos cadastro do Airbnb tem um bom tempo, mas usamos bem pouco. Minha mãe utiliza bastante quando viaja para os Estados Unidos e resolvemos experimentar quando fomos para a Bélgica com a família toda e foi maravilhoso.

Em nossa estadia na Bélgica fechamos um apartamento por sete dias para uma família com seis pessoas. Um apartamento de dois quartos e com sofá cama na sala para duas pessoas. O apartamento era todo montado, cozinha toda completinha, e como qualquer hotel também tinham toalhas para os hóspedes. Preferimos ficar em um apartamento ao hotel para baratear custos, pois éramos seis pessoas e ficarmos mais à vontade, pois tivemos acesso a tudo como se fosse nossa própria casa, acordar sem ‘stress’ em acordar para tomar café, acesso a uma cozinha para fazer nossos lanches e jantares. Foi uma experiência maravilhosa!

Chegamos lá e o responsável pelo apartamento nos deu um mapa da cidade, nos mostrou tudo do apartamento, como funcionada e se mostrou a disposição caso necessitássemos de alguma coisa. Como ficamos mais de 3 noites também foi nos oferecido limpeza do apartamento e troca de toalhas, sendo só necessário dar uma ligada antes para confirmar o serviço.

Já em Portugal dividimos o apartamento com as proprietárias. Elas alugavam o quarto extra que tinham e tivemos acesso à toda a casa, assim como elas. O café da manhã estava incluído na nossa reserva e sempre que acordávamos tinha uma bandeja com o essencial para o tal do pequeno almoço. Também podíamos usar a cozinha para cozinhar e tínhamos acesso aos utensílios de cozinha das mesmas.

Em ambas as experiências, os proprietários foram de uma simpatia, mas tenho muitos elogios as anfitriãs do nosso apartamento de Lisboa. As meninas nos deram um mapa da cidade, nos ensinaram a andar na área, os ônibus para pegar, a andar de metrô pela cidade, quais os melhores caminhos para os pontos que queríamos visitar.

Além de toda a fofura e boa vontade das meninas, também chegávamos em casa depois da andança e dividíamos nossos dias, conversávamos sobre nossas vidas, experiências, conhecemos amigos delas, ouvimos aquele sotaque, aprendemos novas palavras da língua que dividimos. Só tenho elogios a Rafaela e a Filipa que foram tão super fofas conosco e até carona nos deram quando fomos fazer turismo em Belém.

O aluguel de quartos do airbnb tem muitos prós, mas vale lembrar que não pode ir embora do apartamento e deixar a louça brotando da pia, viu? Pagamos uma taxa de limpeza com o aluguel, mas é de bom tom deixar o apartamento no mínimo de organização, viu?

O serviço do airbnb tem crescido tanto que algumas cidades já estão até proibindo por causa do efeito que está causando no mercado imobiliário, sendo bem similar ao bafafá que o uber tem causado no Brasil. Contudo ainda tem países, como Portugal, que decidiu flexibilizar esse controle para incentivar o turismo no país. Meio louco pensar nisso, né? Mas, enquanto o mundo não proíbe e/ou fique bem caro utilizar o serviço nos resta aproveitar a experiência.

Nossas experiências, que foram poucas, mais as de nossos amigos e familiares sempre foram boas, mas nem sempre isso acontece. Dá uma lidinha abaixo nos comentários de outros blogueiros que também experimentaram o serviço, uns com boas experiências e outros nem tão boas assim, mas ajuda a fazer escolhas, né?!

Capixaba na estrada

Foco no Mundo

Coisos on the go

Me deixa ser turista

Atravessar fronteiras

Do RS para o mundo

Cantinho de Ná

 

Anúncios

22 comentários sobre “Experiência no Airbnb

  1. Olá, Gostamos muito do airbnb, nos dá uma sensação de aconchego, além do custo-benefício que é excelente! Uma das melhores experiências que tivemos com esse serviço foi em 2014, em Santa Barbara, Califórnia. Fizemos um intercâmbio para aprender inglês e alugamos uma casa bem perto da escola. A escolha foi a melhor possível. Ficamos super bem localizados e levamos uma vida como as pessoas locais. Foi uma verdadeira imersão!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nunca usei Airbnb! Mas foi por falta de oportunidade mesmo… Legal ler esses relatos com suas experiências positivas, pq sei que há pessoas que ainda têm receio, mas acho que cada vez mais vai ser uma opção de hospedagem.

    Curtir

  3. Que demais. Recentemente, tive a minha primeira experiência com o airbnb e não tenho o que reclamar, muito pelo contrário, amei amei. O proprietário da casa foi muito simpático e o valor foi ótimo. Com certeza, algo que quero fazer nas próximas viagens se estiver viajando com mais pessoas (como viajo sozinha, prefiro hostels).
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  4. A proposta do Airbnb é mesmo muito legal, tenho conta por lá mas ainda não usei de fato. Quero ver se ainda esse ano faço alguma viagem e incluo essa experiência no meio. Pela sua experiência viajando com a família sem duvidas foi uma opção muito boa! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  5. Ainda não usei Airbnb, mas pq sempre quando viajo sozinha pego uma hospedagem mais econômica como hostel, ou quando viajo a dois consigo boas ofertas em hotéis, mas ainda quero experimentar, que bom que suas experiências foram ótimas, mas as opiniões que recebo a maioria é positiva.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Adorei saber que vocês já tiveram experiências positivas, nós nos hospedamos apenas uma vez pelo Airbnb e também foi tudo ótimo, nossa melhor hospedagem!!
    Um apartamento maravilhoso, aconchegante e com uma anfitriã excelente, adorei a experiência e quero me hospedar mais vezes também, além de economizar a privacidade de estar como se fosse em casa vale muito a pena.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s