Chapada dos Veadeiros

Este foi o segundo ponto da nossa viagem, antes de irmos para Amazônia, mas a vontade de escrever sobre a mata foi tão grande que os posts não estão em ordem cronológica. Mas, o que vale é a intenção.

Chegamos por Brasília (e farei um post para capital depois) e pegamos um carro para a Alto Paraíso de Goiás. Ouvimos algumas pessoas nos falar sobre São Jorge, li vários blogs e finalmente nos decidimos por Alto paraíso de Goiás, simplesmente por ser uma cidade com um pouquinho mais de infra estrutura no quesito restaurantes. Estávamos com um casal de amigos (lembram deles?) e eles são vegetarianos e no Brasil, o vegetarianismo ainda está crescendo e ficamos com medo de termos menos opções de refeição. E assim foi feito.

Onde ficar?

Ficamos em uma pousada super ultra hiper mega maravilhosa e que indico muito, a Pousada Maya. A pousada fica localizada mais afastada do centro, mas se você chegou de carro na cidade este não será um problema e tem uma vista fenomenal. Desde nossa chegada até nossa saída o tratamento foi maravilhoso, uma equipe super solícita e um café da manhã que não tem como fazer qualquer comentário negativo.

Pousada Maya

Eu sou uma foodie super assumida e o lugar me conquistou pela barriga, além de todo o conforto de suas instalações. Tapioca, pães fresquinhos e de produção local, muitas frutas, couscous feito na hora. Gente, até salivei de lembrar!!

O que fazer?

Vamos voltar o que tem de mais importante por lá. A região da Chapada dos Veadeiros é um dos principais pontos turísticos da cidade de Goiás e abrange alguns municípios como Cavalcante, São Jorge, Alto Paraíso. Um local que é muito procurado para quem curte natureza, trilhas e estar em contato com seu lado exotérico e acho que nem preciso dizer o porquê, né?!


A área da Chapada fica aproximadamente 230 km de distância da capital Brasília e o acesso de carro é bem sinalizado e a estrada se encontra em um bom estado de conservação, o que facilita bastante o acesso às mais belas cachoeiras do local.

Reza a lenda que a cidade de Alto paraíso é uma das cidades que são cortadas por aquele túnel mágico que liga algumas cidades do Brasil até Machu Picchu e por isso a cidade atrai muitos turistas que buscam este contato com seres de outros planetas ou apenas querem meditar sentindo uma energia diferente. Acreditando no que você quiser, a região é uma daquelas que vale uma visita.

Como nossa visita foi curta vou listar as cachoeiras que visitamos e que gostamos muito. Eu poderia passar semanas lá e acho que não seria o suficiente para desfrutar de toda beleza que o lugar oferece.

E como havia sido feriadão na semana anterior a nossa chegada, a maioria das cachoeiras estavam bem vazias e pudemos aproveitar bastante.

Ah, Todas as cachoeiras ficam dentro de propriedades particulares, sendo assim é necessário pagar um valor para ter acesso.

Cachoeiras

Vale da Lua


Um vale rochoso que se assemelha com a superfície da lua. Para chegar na entrada da cachoeira é necessário passar por uma estradinha de terra bem esburacada. São aproximadamente 30 km de Alto paraíso e o valor da entrada foi de R$20 (Maio/16).

Chegando na cachoeira assinamos nossa entrada,colocamos telefones de emergência e pediram para lermos algumas instruções básicas de segurança. Também nos foi informado que havia uma pessoa sempre rondando a trilha para casos de emergência.

Estado do carro pós estradinha para o Vale da Lua

A trilha é bem fácil e a beleza inicia antes mesmo de vermos ou ouvirmos a água. Pisar nesta formação de rochas que lembram a lua faz qualquer um voltar a ser criança e se divertir. E após algumas fotos e um pouco de sol na nuca finalmente chegamos a cachoeira e podemos curtir um pouco da água (gelaaada!) para nos refrescar.

Poço Encantado


O nome descreve bem o que vimos, é um encanto só! Uma cachoeira que muitas vezes é esquecida por estar no caminho para cachoeira de Santa Bárbara, em Cavalcante, que dizem ser maravilhosa. Porém, esta não deixou nada a desejar aos lugares que já visitamos.

A trilha de acesso é bem fácil e o preço para o acesso é de R$20. Dizem que o nome da cachoeira é devido a uma lenda de haver um diamante no fundo do poço que era visto sempre que a lua cheia apontava no céu.

Eu gostei muito dessa cachoeira, pois além de toda a beleza da queda d’ água, ela também é super família. Eu adoro lugares que é possível levar crianças, gente! As outras cachoeiras também eram possíveis, mas esta tem uma trilha super molezinha, um visual super acolhedor e boa parte da borda do poço é de areia, o que facilita bastante para deixar crianças brincando na beira da água.

A cachoeira também tem uma barraca para comprar uma bebida (não podemos esquecer que tem um hotel que administra a entrada da cachoeira) e também é possível fazer Stand Up Paddle. Muita diversão, né?

Almécegas I e II e São Bento

Essas três cachoeiras podem ser feitas em um dia só. Todas elas ficam na mesma propriedade e a entrada pode ser paga separadamente, sendo R$10 por cada uma.

A primeira e mais visitada é a de São Bento que fica logo na entrada da fazenda. Uma vista lindinha e ainda tem um deck antes que a galera fica sentada reunida curtindo a vibe do lugar. Quando chegamos ela estava bem cheia e confesso que desistimos e partimos para outra.

Almécegas I e II. Uma vista fantástica para a queda de água e que em cima tem piscinas naturais. Uma trilha de uns 20 minutos depois que deixa o carro no estacionamento, algumas pedrinhas para subir, mas nada exagerado. Apenas aconselho estar usando tênis para evitar acidentes e acabar com a graça do passeio.


Para a segunda cachoeira chegamos por umas pedras até dar de cara com um poço. Vários peixes nadando e muita natureza para curtir. O visual dessas duas são diferentes e são apaixonantes.

Essas foram as cachoeiras que visitamos. Eu sei, foram poucas, mas também só ficamos dois dias pela região, afinal, ainda tínhamos que pegar um avião para nos aventurar na Mata (Clique AQUI para ler) e depois conhecer o paraíso desértico do Maranhão (Clique AQUI), né?

 

 

 

 

 

 

Anúncios

6 comentários sobre “Chapada dos Veadeiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s