Um feriado de páscoa na Eslovênia

Como sequência do post anterior, continuamos nossa viagem em direção à Eslovênia.

Alugamos um carro no aeroporto de Treviso (lembra que chegamos por lá?) e pé na estrada!

De Treviso até Ljubljana (capital da Eslovênia) são aproximadamente 2h30 dirigindo. Porém, aproveitamos o lindo dia, a mobilidade de estar com carro e fomos visitar o que mais gostamos: castelos!

A primeira parada foi o Castelo de Predjama, no vilarejo de Predjama. Um castelo construído no meio das montanhas, sendo, inclusive, ser bem difícil diferenciar o que foi feito pelo homem ou pela natureza, é simplesmente de tirar o fôlego. Um castelo que já foi locação de vários documentários e que já recebeu a visita do escritor George R.R.Martin.

Castelo de Predjama

No século 15, este castelo ofereceu refúgio ao Erasmus de Predjama, por ter uma ligação por suas cavernas com o vilarejo vizinho, o que manteve o castelo e seus moradores seguros e alimentados por um bom tempo. 

Entre maio e setembro é possível visitar as cavernas do castelo, pois fora desta época a vasta variedade de morcegos tira sua soneca, o chamado período de hibernação. 

Para entrar no castelo tem um investimento de €11.90 (Abril/2016), e lamento não ter visitado as cavernas. 

Acabando esta experiência linda na história eslovena partimos para a capital Ljubljana

Ljubljana 

 

Pode começar a suspirar
 
A capital da Eslovênia e que se pronuncia Liubliana, tendo o j o som de i. A capital é a maior cidade do país e tem aproximadamente 272 mil habitantes. A cidade é dividida em duas e cortada pelo rio Lublianica, sendo um lado da cidade a parte histórica (onde fica o castelo de Ljubljana) e a parte política. A cidade tem uma história intensa, tendo proclamado sua independência na década de 90, contudo quase não se vê resquícios de seu passado comunista.

A arquitetura da cidade tem grande influência austríaca, além de contar com um castelo medieval no centro histórico.

O que fazer?

O castelo de Ljubljana

Este castelo fica situad no centro da cidade e pode ser visto de qualquer ponto. Foi construído sobre pedras e tem resquícios de ter sido ocupado desde a passagem romana pela região.

 

Na praça do castelo
 
Para chegar ao castelo é possível subir andando ou com o funicular – uma espécie de trem. A entrada do castelo e do trem (subida e descida) sai por €10 (abril/2016).

Do alto da torre é possível ter uma vista panorâmica da cidade e vale cada degrau subido.

  

Vista da torre
  
Ponte tripla (triple bridge)

Três pontes em uma, construída em 1842 e com uma vista de dar inveja. Esta ponte fica logo em frente a igreja rosa e é a porta de entrada para à cidade velha. 

Ponte do dragão (Dragon bridge)

Foi construída no início do século 20, quando a cidade ainda era parte do império austro-húngaro. Foi construída para substituir uma ponte de madeira e modernizar a cidade.

  
Este é uma das pontes mais famosas da cidade, ainda mais pelo dragão ser parte da história e bandeira eslovena.

Clobber’s bridge

Uma das pontes mais antigas da cidade, desde o século 13 e em épocas medievais era conhecida como Upper bridge.

Esta ponte foi reconstruída diversas vezes, seja por inundação ou incêndios na cidade.

Igreja de São Nicolau (St.Nicholas’ church

Uma igreja maravilhosa no centro da cidade e próxima do prédio da prefeitura. Uma catedral cheia de história, incêndios, mudanças e retaliações. Atualmente remete a um estilo barroco que sobrevive aos tempos com muita pompa e grandiosidade.

 

Dentro da Catedral
  
Holy door

 Na beira do Rio

Aos domingos acontece um mercado das pulgas (flea market) na beira do rio, vale o passeio para ver algumas antiguidades de um povo que tem uma história militar, comunista e que fez parte da antiga Iugoslávia. 

 

Flea Market
 
Também na beira do rio, também tem diversos restaurantes e sorveterias e é um belo lugar para uma parada e admirar a cidade. O sorvete do Cacao café vale bastante!

Onde comer?

Nós gostamos muito de comer comidas típicas dos locais quando viajamos, e a Eslovênia é bastante influenciada pela Austria em sua culinária.

Nós comemos no Sokol, um restaurante tipo taverna bem turístico, mas a comida era boa. 

 

Goulash
 
Outro restaurante super legal para provar é o Klobasarna, e privar a famosa salsisha eslovena. Delícia! E fica logo na frente da Igreja de São Nicolau. 

 

Delícia eslovena
 
Onde ficar?

Nós ficamos no Hostel H2Ostel, logo ao lado da ponte do dragão e com uma vista fenomemal. Lugar limpo, preço justo e bem localizado.

 

Vista do hotel
 
Nosso passeio durou um final de semana. Claro que quanto mais tempo melhor, mas achamos que foi o sufuciente para conhecer a que foi eleita Capital Verde da Europa em 2016.
Sites em inglês (clique em cima do nome)

Predjama Castle

Visut Ljubljana

Anúncios

7 comentários sobre “Um feriado de páscoa na Eslovênia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s