Pelos canais de Veneza

E o feriado de páscoa chegou.

Como falei no post sobre a páscoa, aqui na Inglaterra inicia na sexta feira e termina na segunda feira. E como o continente europeu é bem pequeno, fica fácil fazer algumas viagens que unem dois países.

Nossa escolha para esta páscoa foi a Eslovênia e a Itália. E começamos pela Itália.

Da Inglaterra pegamos um voo no melhor estilo low cost, low fare da Ryanair e aterrisamos no Aeroporto de Treviso. Uma boa dica para quem quer conhecer Veneza, visto que o aeroporto local tem tarifas mais caras, e tem um ônibus que liga Treviso à Veneza (ilha).

E de lá pegamos o ônibus e fomos passar nossa sexta feira santa em Veneza. 

Como chegar:

De Treviso o ônibus fica na porta do aeroporto e custou €22 (andata e ritorno) ida e volta, mas pode sair mais barato comprando dentro da aeronave.

Também existe o aeroporto de Veneza, em Mestre (a parte continental de Veneza), e este também tem uma ligação via terra com a ilha.

Os ônibus tem ponto final na Piazzale Roma e que é o último ponto para rodas circularem próximo à romântica cidade.

A estação de trem fica muito bem situada, logo no início da cidade, de onde chegam os ônibus.

Ah! A estação também conta com um locker (que utilizamos) por €6 cada bagagem. 

Veneza

 

Chegando em Veneza pela Piazzale Roma
 

Veneza é uma cidade italiana situada na região de Veneto, assim como Treviso, onde desembarcamos. A cidade tem em média  271 mil habitantes. A parte famosa fica na ilha de Veneza e a parte do continente é conhecida como Mestre.

O patrono da cidade é São Marco e este tem uma imponente basílica em sua homenagem. 

O que fazer?

Veneza é uma cidade extremamente turística, seu principal meio de transporte é o barco e nossos pés. Passeando pelos mais diversos canais de Veneza é possível perceber que esta ilha se compõe por mini ilhotas e que cada uma tem sua própria igreja (Fonte: nosso gondoleiro de veneza).

É possível conhecer a cidade toda andando, mas se seu sonho é andar de gôndola nos canais desta ilha, melhor desembolsar uma graninha, pois o programa é caro. Desembolsamos €70 por um passeio, mas é aquilo que só será feito uma vez na vida. Fecha os olhos e aproveita a vista hahaha.

 

Nos canais de Veneza, gondolando com meu amor
 
Os preços para o passeio variam de onde vc pegou, horário, horas de passeio e a disposição do gondoleiro para baixar o preço. Nós fomos na hora do almoço, sendo assim o movimento estava reduzido, menos gôndolas pelos canais e o preço foi melhor.

Sugestão: na hora do almoço o tráfego de gondoleiros é mais baixo e se aproveita mais o passeio.

Dica do dia: ande, ande, ande! Veneza pode te encantar!!!

 

Por Veneza
 

Grande canal

 

O grande Canal
 

É aquela parte enorme de água que todos os becos de Veneza desembocam ali. Os barco taxis, os barco onibus, todos passam pelo grande canal de Veneza.

Pontes

 

Uma das muitas pontes ligando as ilhotas
 

A mais famosa é a Rialto, que foi a primeira construção para pedestres cruzarem o grande canal. Além desta, cada ilhota é ligada por belas pontes que vale a pena parar para alguns suspiros.

A ponte do Rialto foi construída início do século 12 e ao lado do mercado Rialto, que acabou dando nome a ponte.

A cidade também tem uma ponte conhecida como Ponte dos Suspiros, que fazem quem passa suspirar. Porém, sua história é mais triste, pois era por ali que os prisioneiros da cidade passavam (e suspiravam) ao ver o mundo pela última vez.

Piazza de San Marco

A praça principal de Veneza, aquela que além dos canais e gôndolas faz com que a cidade tenha sempre mais turistas que moradores. Nesta praça encontramos a beleza dos cartões postais, a básilica de San Marco.

Era muito turista, ficou até difícil fazer foto hehe

Nesta praça também tem a Torre dell’orologio, que é um espetáculo.

  

E como era semana santa, um país católico, uma ilha de turista, a entrada nestes lugares ficará para uma próxima, pois as filas estavam enormes e inviáveis para quem só tinha UM dia na cidade.

 

Como não amar?
 
Conclusão:

O barato da cidade é andar! Nós estávamos com mapas offline da cidade, pois até na informação ao turista o mapa de papel é cobrado.

 

Detalhes
 
Se você só tiver um dia, como nós, não o disperdice olhando para mapas, pois tem tanto acontecendo ao seu redor que não é necessário mapa para te levar na direção certa. Simplesmente não tem direção errada!

 

Os becos de Veneza
  
Restaurante que paramod para almoçar
 
Apenas aproveitem a tal cidade mais romântica da Itália. 

Anúncios

2 comentários sobre “Pelos canais de Veneza

  1. Ju! Eu ameiiii Veneza, fui em outubro de 2013 qd ainda era au pair. Na vdd de Lyon fui pra Milão de trem onde uma amiga de infancia mora e passei 1 semana la, ai um dia antes de dormir ela falou: vou te levar pra Veneza e dia seguinte fomos pra estação de trem beeeeem cedinho e conseguimos ticket promocional pra embarcar na mesma hr: comprava 1 e ganhava um. Chegamos, não pegamos mapa algum e so andamos, nossa como andei!!! So não fiz o passeio de gondola pq vida de au pair não é facil, hahaha. Estava um dia lindo, chegamos cedo então a cidade não estava mto cheia (mas depois do almoço virou uma bagunça) e aproveitei mto!!! babei nas fotos de vcs =) beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s