Trabalho voluntário na Inglaterra

Post publicado primeiramente no blog Brasileiras pelo mundo

Como contei no post do mês passado, fiquei um tempo sem trabalhar com remuneração e esperando o meu visto de familiar de europeu que liberava o trabalho no Reino Unido. Sendo assim, para não ficar em casa de pernas para o ar resolvi encarar um trabalho voluntário.

O trabalho voluntário pode agregar em várias vertentes da vida e é muito popular no Reino Unido, tanto entre ingleses quanto entre imigrantes. Através dessa experiência é possível conhecer pessoas, conhecer hábitos locais, trocar experiências, praticar a língua do país e um ótimo bônus é a bendita carta de referência. O inglês tem o hábito de checar as suas referências, e sendo recém-chegado no país é difícil ter uma, logo o voluntariado pode te dar uma forcinha para isso.

O hábito de ser voluntário é algo bem intrínseco na população inglesa, pois mesmo com seus trabalhos formais, ainda arrumam horários para encaixar sua boa ação. Trabalhar por uma causa nobre atrai as mais diversas classes sociais, como pudemos ver nas manchetes dos jornais quando os príncipes da Inglaterra foram se voluntariar em países como a África e Chile. Tenho, inclusive, algumas amigas inglesas aqui na minha cidade que tiram algumas horas de seus finais de semana para ajudar alguma instituição de caridade como a ‘Cancer Research’, ‘Oxfam’, ‘British Heart Foundation’, ‘Sue Ryder’, ‘Blue Cross’, ‘Red Cross’, ‘Myton Hospice’, etc, além de ajudarem, participarem e divulgarem os eventos patrocinados pelas mesmas instituições para arrecadar fundos para pesquisas e ajudar o próximo. Ou seja, voluntariado aqui é coisa bem séria, sem desmerecer os voluntariados dos outros países.

Recrutando voluntários na porta da loja.

Como cheguei à Inglaterra com um visto de seis meses para depois aplicar para o de residência (post do mês passado) e por vir morar em uma cidade onde imigração não é o forte, foi difícil arrumar um emprego, e mesmo aplicando para várias vagas, eu não tinha um visto de trabalho válido. Então, fui procurar rumo para minha vida e sair de casa no trabalho voluntário. Passei seis meses voluntariando na British Heart Foundation, em uma loja de caridade bem perto da minha casa.

Volunteering 002

A British Heart Foundation (BHF) é uma instituição de caridade que preconiza as pesquisas em doenças cardíacas e trabalha para encontrar tratamentos para pessoas que sofrem e podem vir a morrer de uma doença cardíaca. O intuito desta instituição é de lutar contra doenças cardiovasculares. E por que ser voluntário em uma causa como essa? Primeiramente, porque esse é um dos maiores motivos de morte no mundo e ocupa o primeiro lugar no Reino Unido, sendo assim já é um bom motivo ser uma das pessoas que suporta essa causa. E toda ajuda e fundos angariados para a pesquisa vem de doações, vendas nas lojas da instituição, revertidas para essa pesquisa, e ajuda para arrecadar fundos em vez de gastá-los com funcionários é super importante. Vale lembrar que esse formato não é exclusivo da BHF, sendo familiar a quase todas as instituições de caridade e pesquisa do Reino Unido.

Durante o tempo que passei voluntariando na loja da minha cidade, tive a oportunidade de me relacionar com ingleses, conhecer locais e entender um pouco sobre as pessoas que frequentam essas lojas de caridade para adquirir seus bens de consumo, além de conhecer algumas pessoas que doam mensalmente através de cheques, pois tiveram parentes que sofreram algum tipo de doença cardiovascular. Foi uma experiência e tanto!

Volunteering 001

Os meses que passei dentro da loja me fizeram perceber, mais ainda, o quanto somos pequenos e como precisamos nos ajudar enquanto sociedade. O trabalho voluntário nos faz pensar (mais ainda) no outro e em como precisamos nos unir para fazer com que o mundo funcione de uma forma melhor. O ser humano anda bem individualista, mas tive a oportunidade de conhecer pessoas que realmente fazem o que podem para construir um mundo melhor, e o voluntariado funcionou para mim em muitos aspectos: crescimento pessoal, refinar minha percepção de indivíduo e de mundo; crescimento profissional, aprender novas funções dentro da loja, conhecer gente, gastar meu inglês, aprimorar, aumentar vocabulário, ganhar uma cartinha de referência nos padrões ingleses e o primordial: ajudar uma causa nobre que pode ajudar a salvar muitas vidas.

Hoje não estou mais no chão da loja ajudando diariamente como fazia, mas sempre que existe oportunidade participo de eventos organizados, ajudo em campanhas e faço doações de roupas e utensílios, pois o que não me serve hoje pode servir para o outro e o melhor de tudo, ainda ajuda a levantar fundos para pesquisas através das vendas do mesmo. Sempre é possível ajudar a fazer o mundo melhor.

Espero que minha história e experiência inspirem a nos transformarmos em melhores seres humanos e a fazermos nossa parte para transformar o mundo.

Vamos fazer o bem, sempre!

Anúncios

2 comentários sobre “Trabalho voluntário na Inglaterra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s