5 motivos para amar morar no interior da Inglaterra

A Inglaterra é um país super desenvolvido, com o índice de desenvolvimento humano (IDH) bem elevado, a renda per capita também não é baixa, educação publica de qualidade e saúde também gratuita (?? – lembre-se que os impostos aqui são altíssimos para bancar a qualidade), ruas bem cuidadas e, de uma forma geral, tudo bem organizado e limpo. E todo o país é assim, não existe muita discrepância entre lugares e por ser um país pequeno, todas as cidades são menores também.

Curiosidade: O tamanho de todo o Reino Unido é equivalente a 3% do Brasil, ou seja, é possível colocar toda a ilha no estado de São Paulo (pode incluir Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales).

Então, sou do Rio de Janeiro, cidade grande, e um dos motivos de sair do Brasil foi ter oportunidade de vir morar em uma cidade pequena no coração da Inglaterra (tem uma média de 30 mil habitantes) e eu consigo andar a cidade toda. Simplesmente foi amor à primeira vista! Já queríamos ter a oportunidade de ir para uma cidade menor que o Rio de Janeiro, mas não imaginava que iria amar tanto morar em uma cidade do tamanho de Paraty.

Market Square Foto do Arquivo pessoal
Market Square
Foto do Arquivo pessoal
Por que amar morar no interior? Resolvi listar alguns dos motivos que amo morar na minha linda ‘town’ chamada Warwick.

  1. Por todos os motivos citados acima, a Inglaterra não tem discrepância dos lugares, logo, morar em uma cidade pequena não quer dizer morar na roça, como em muitos lugares do Brasil. Não vai te faltar nada, todas as redes grandes podem ser encontradas (mercados, farmácias, açougue, floristas, restaurantes, pubs). Ou seja, você vai ter a mesma vida social de uma cidade grande, mas sem o tumulto de muita gente e ainda vai ter a oportunidade de comprar coisas que são produzidas no local. Eu sempre vou à farm shop comprar dos produtores, pois além de ser bem mais gostoso, ainda incentivamos a economia local. =)
  2. As escolas na Inglaterra seguem o padrão Ofsted, ou seja, é igual em todo lugar e eles fecham mesmo a escola, nursery, daycare, se não estiver no padrão de qualidade deles, então pode tirar da cabeça que escola em cidade grande é melhor. Baseados em leitura e experiências, as escolas das capitais brasileiras, normalmente, se destacam, mas aqui isso não existe, inclusive pois seu filho estará inscrito na escola próxima a sua residência, se for ruim a comunidade que mora ali vai se rebelar e pressionar. Logo, escola não é motivo para não amar uma cidade pequena =)
  3. A língua. Em uma cidade com tão poucos habitantes a chance de você encontrar um conterrâneo é tão pequena que chega a ser nulo, o que te obriga a falar a língua do local. Eu já vim para Warwick com o inglês fluente (?), mas por morar em uma cidade onde a maioria dos habitantes são falantes nativos do inglês, o meu vocabulário cresceu tanto, a fluência, o entendimento das gírias, das expressões idiomáticas. Simplesmente, você fica muito mais fluente por estar convivendo com nativos. Claro, que a cidade grande vai te dar essa oportunidade, mas sempre existe a escapadela para os points onde existam brasileiros. Inclusive, recomendo uma cidade pequena se a intenção é aprimorar a língua inglesa.
  4. Já fui a Londres, Manchester, Birmingham, Liverpool, Bristol. Todas essas são cidades grandes da Inglaterra e sabe o que elas tem? Prédios!!!! A cidade pequena, como a minha, é recheada de casas, prédios de no máximo 3 andares, espaço entre uma casa e outra. Amo poder ver além da minha janela, de ter a vista de um campo verde, ou de simplesmente não estar olhando o prédio vizinho. Existem as casas coladas, mas não me sinto apertada como me sentia no Rio, ou como me sinto quando vou passar alguns dias em Londres.
  5. Paciência e educação!!! O barulho é tão menor quando se mora no interior, não tem vários carros e ônibus passando o tempo inteiro (nem sempre é bom ter poucos ônibus, mas deixo para outro post o sistema de transporte público do meu condado), e com isso você vai desenvolvendo uma paciência fantástica. Sabe aquelas coisas de filme de ficar esperando a vez do outro, acenar com a mão, agradecer, dar bom dia para os vendedores locais? Isso existe aqui. Então, é muito mais fácil encontrar esses atributos, e desenvolvê-los, morando no interior. A cidade grande nos imputa um ritmo bem pesado, e isso é uma característica bem marcante e tenho que confessar, é simplesmente fantástico diminuir esse ritmo e mesmo mantendo a rotina trabalho-casa-estudo, é possível viver desacelerado.

Beira do Rio Avon Foto Arquivo pessoal
Beira do Rio Avon
Foto Arquivo pessoal

Parque Saint Nicholas Foto Arquivo pessoal
Parque Saint Nicholas
Foto Arquivo pessoal
Tenho milhões de motivos para amar morar no Interior, mas viver de uma forma mais calma é uma das coisas que mais gosto. Da última vez que estive em Londres, pude perceber o quanto a cidade grande imprime esse ritmo no ser humano, claro que existem exceções de bairros, pessoas, escolhas de vida, mas não dá para negar a qualidade de vida que é morar em uma cidade menor.

Market square Foto Arquivo pessoal
Market square
Foto Arquivo pessoal
Aos poucos vou contando sobre como amo morar no interior e como esses motivos são reforçados a cada viagem que faço pelo território da Rainha. =)

God save the Queen!

Juliana ❤

Anúncios

32 comentários sobre “5 motivos para amar morar no interior da Inglaterra

  1. Olá Juliana, tudo bem?
    Apaixonei na sua nova cidade só lendo seu post 😍 Adorei saber um pouco sobre Warwick.
    Temos planos de nos mudar para a Inglaterra e tenho pesquisado muito sobre vários lugares lindos daí.
    Se for conveniente, fale sobre o custo de vida nessa cidade, seria interessante.
    Descobri o blog agora… então partiu ler os outros post. Parabéns! Beijos 😄

    Curtido por 1 pessoa

      1. Obrigada a você pelo retorno. Vou adorar saber mais sobre sua cidade. Encontramos mais facilmente infos sobre Londres (que é o ponto de parada inicial imagino), mas como temos dois filhos pequenos a tendência é procurar por uma cidade no interior… beijosss

        Curtir

  2. Oi Ju! Sou amiga de sua mamy. Amei tudo que vc escreveu, dá muita vontade de conhecer e é bem legal conhecer como funciona essas pequenas cidades com hábitos e costumes tão característicos. Beijos e muitas alegrias aproveitando esses lugares lindos. ❤️

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oiee! Que post lindo, adorei! Moro em Cardiff, nao é pequena para padroes britanicos, mas na Irlanda eu morei em Sligo e entendo perfeitamente! Como eu amei morar naquela town. ! Há quanto tempo mora aí?

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oh my Gosh, simplesmente viajei neste post e sonhei também!!

    Atualmente moro em Londres, mas já estou em busca de outra city. Razões: muitas, mas as principais são: quero trazer minha familia (esposa + 2 filhos do BRA) e já peecebi em 3 meses que estando em Londres não será algo tão fácil e rápido; depois quero que minha familia e eu tenhamos tempo de convivência e qualidade de vida, algo também difícil de Londres e por fim, mas não somente, os custos…aluguel em Londres é, insano!

    Mas esse desejo de ir pro interior ( não cheguei pensat numa city com poucos habitantes, mas lendo seus motivos, também estaria perfeito) acompanha uma preocupação: job!! To começando a vida aqui, logo meus Jobs não são qualificados…ainda assim, será q eu teria job?!
    Pois tenho, to be honestly, vou depressa. Pois entre contar moedas vivendo em Londres (mas vivendo esta dinâmica louca e sem tempo) e no interior, com mais tempo com a família, filhos, a opção 2 certamente é a mais sensata e inteligente!

    Ah, acabo de descobrir seu blog…agora vou ficat acompanhando!!!

    Obrigado por compartilhar e um abraço, Rodrigo

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ola, Rodrigo.

      Obrigada pelo comentário e pela visita no blog.

      E eu concordo com você, a qualidade de vida é imprescindível.

      Olha, trabalho não falta, mas em uma cidade menor o inglês precisa estar mais afiadinho. Mas, super recomendo para viver mais tranquilo.

      Os salários são mais baixos que Londres, mas o custo do aluguel também!!

      Boa sorte na sua jornada 🙂

      E continue nos acompanhando aqui e na nossa fan page do facebook. Sempre posto novidades britânicas por lá também.

      Abraços,

      Juliana

      Curtir

      1. Oi Juliana,

        Eu que agradeço seu retorno!!

        Fico feliz em saber que mesmo numa cidade com poucos habitantes, há emprego.
        E sempre penso comigo, não é possível ter oferta só em Londres…
        Claro, vou me preparar mais no inglês, que ainda não está lá aquelas coisas…Mas estou em busca sim de opções no interior….
        Ainda estou sem saber quais cidades podem ser potenciais pra mim (além da razão óbvia de ter que ter custo x qualidade de vida x emprego)…se você puder me falar como foi esse seu processo de pensar em potenciais cidades, critérios, até pra me ajudar a clarificar isso.

        Desejo tudo de bom pra você e muito obrigado!!
        Um abraço,

        Curtir

      2. Oi Rodrigo,

        Infelizmente nessa não consigo te ajudar, pois o melhor para cada um é bem subjetivo.

        Eu vim parar aqui, pois meu marido havia recebido uma proposta de emprego, mas já saí do Brasil “morando” aqui.

        Mas sempre olhei as escolas ao meu redor (para ver a qualificação delas pelo órgão responsável), se tem comércio bom além do centro, como mercadinhos, e pelo site da polícia é possível ver a periculosidade do local. E assim, escolhemos onde iríamos morar dentro desta cidade.

        O que aconselho é ter sempre um grande centro próximo, para ter sempre mais ofertas de emprego.

        Espero ter ajudado,

        Juliana

        Curtir

      3. Oi Juliana,
        Claro que ajudou.
        Muito interessante conhecer seus critérios de avaliação, mesmo sabendo que “o melhor” é muito subjetivo. Mas eu também considero estes seus critérios muito importantes e também vou anotar para considerar em outros estou pensando…

        Quero ter uma relação de cidades, não muitas, para começar a pesquisar e visitar…
        O desejo de sair da loucura de Londres e trazer minha família é tremenda…trabalhar mesmo no duro, sim, mas poder ter uma qualidade de vida!!

        Muito obrigado Juliana e já estou a te acompanhar!!!

        Um abraço,

        Curtir

  5. Oi Juliana tudo bem? adoro seu blog e sempre viajo com vcs 😉
    já morei em Londres durante 5 anos e resolvi voltar para o Brasil, mas agora com 2 filhos tive vontade de voltar, quero proporcionar uma vida melhor para eles e como temos a cidadania europeia, pensei pq não morar no interior da Inglaterra? uma vez que não gosto de cidade grande…
    e uma das minhas opções é Warwickshire. Estou em fase de pesquisa e mais pesquisa…enquanto isso aproveito seu blog 😉
    bjs

    Curtir

    1. Oi Fernanda,

      Obrigada pelo comentário e pela visita.

      Eu, particularmente, amo essa região. Tem tantas coisas boas e não falta nada. O conceito de interior da Inglaterra é diferente do Brasil, então eles nem chamam aqui de interior. Amo isso de morar em cidade com poucos habitantes.

      Acho uma boa escolha para criar filhos 🙂

      Beijos,

      Ju

      Curtir

  6. Ooi! Fui pesquisar “como é morar no interior da Inglaterra” e o primeiro site foi o seu ^-^ que prazer ler seu post e conhecer esse cantinho!
    Há alguns anos surgiu o desejo de conhecer e morar na Inglaterra. Já pensei nessa coisa de “morar na Inglaterra é sinônimo de morar em Londres”, mas já quebrei com essa linha de pensamento quando comecei a pesquisar sobre as cidades menores e que posso até ter mais oportunidade de avançar no meu inglês e viver de forma tranquila. Confesso que se já escutei sobre esse lugar que você mora, eu não me lembro. Mas, foi ótimo saber mais! Já entrou para a lista ❤ muito obrigada pelo post.
    God bless you!

    Curtido por 1 pessoa

  7. Oi, Juliana,
    Que legal, estamos considerando mudar e estamos mesmo byscando cidades pequenas por conta de qualidade de vida e custos.
    Te pergunto, conhece thrwbridge, perto de Bath? Estamos avaliando uma.oportunidade la, e me.pergunto onde morar, cidades proximas, se o local é bom para familias, pois tenho um bebe de 7 meses. Outra preocupação é emprego.para o marido, seria uma região com empresas? No q puder ajudar agradeço! Parabéns pelo blog!
    Um abraço,
    Fernanda

    Curtir

    1. Olá Fernanda,

      Desculpe a demora, mas estávamos um pouco ausentes do blog.

      Eu não conheço esta cidade, mas Bath é maravilhosa. E sei que Bristol e Frome também são bons lugares para se viver.

      Com um bebê de 7 meses você, provavelmente teria que ficar sem trabalhar visto que o preço de uma creche por aqui é bem salgado, podendo chegar a 1000 libras por mês. Ou seu salário tem que ser bem alto para valer a pena deixar seu bebezinho e ir trabalhar.

      Boa sorte com a sua mudança, e no que pudermos ajudar é só chamar.

      Beijos.

      Curtir

  8. Conheci o blog faz pouco tempo e já estou adorando o que vi. Eu já havia pensado em escrever um post sobre esse assunto (mas sobre como é viver no ländle alemão) e vi no que você escreveu mais uma motivação. É a primeira vez que leio algo sobre Warwick e já me apaixonei pela cidade…
    Te desejo um ótimo 2017!
    Abraços!

    Curtir

  9. olá, tudo bem? parabens pelo seu post! Muito bom!!!
    Em relação a empregos, qual seria a sua opiniao? meu marido é advogado, é tranquilo conseguir se empregar por ai?

    Curtir

    1. Ola Marla,

      Eu não sei como funciona a validação de diplomas para advogados para trabalhar no Reino Unido.
      Infelizmente não posso te ajudar em te dizer se é tranquilo arrumar um emprego. Existem alguns escritórios na área, mas seu esposo precisa se informar se pode exercer a profissão.

      Espero ter ajudado,

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s