Desabafo de uma expatriada…

Hoje irei falar um pouco sobre a vida de quem mora fora do Brasil, em uma perspectiva bem pessoal.

Cada ser humano tem uma perspectiva diferente sobre ser expatriado.

Expatriado é toda a pessoa que deixa seu país voluntariamente, e ao mesmo tempo, essa vida é bem diferente da vida de um intercambista.  Porque citar essa diferença? Porque o intercâmbio tem prazo de começar e terminar e nele já está inserido novos amigos, colegas, companheiros, pois somos seres humanos e vamos interagir com o outro no curso que o intercambista está matriculado, podendo ser curso de línguas, mestrado, doutorado, etc.

A vida de uma pessoa que mora fora de sua pátria é uma montanha russa de emoções. Em um momento você está super feliz com a sua mudança, com o tanto que tem a aprender, com o muito que irá conhecer. E sim, irá! E vem as lembranças, de tudo que você irá deixar para trás….família, amigos, memórias, uma vida.

Construir uma nova vida é difícil, ainda mais quando se tinha uma bem legal.

Emprego! Você pode mudar porque algum membro da família conseguiu uma oportunidade legal de emprego e não tem como negar que é um grande aprendizado, nem que seja para comparar com o que tinha e dizer se é bom ou ruim. Mas e os que foram sem emprego e dependem de visto? Isso é muito comum para quem imigra para os Estados unidos, por exemplo, pois precisa esperar o visto de trabalho sair. E também é muito comum para quem imigra para Inglaterra. Sim, mesmo sendo familiar de europeu é necessário um visto que prove que você é legal no país, mesmo que com as regras da união européia não necessite, eles pedem. Fazer o que, cidadão? Tira o visto de residência….vai facilitar a vida!!

Essa parte de quem vai sem emprego é difícil, pois onde se faz amigo? Se você não conhece ninguém no novo país e não se pode trabalhar? Trabalho voluntário, gente!!! Ajuda os outros e ainda te tira do ostracismo da vida trancada dentro de casa. Imagina a cena, inverno e você trancado em casa comendo chocolate o dia inteiro….parece ótimo hehehehe mas não é!! Sai do sofá e vai fazer alguma coisa pelo mundo =) Movimentar a mente, o corpo, pois como já dizia o velho ditado…mente vazia oficina do diabo!! Daí….a vida vai se ajeitando.

Os planos sempre mudam. Sempre!

Você sai da sua casa com uma ideia que pode ser seguida fielmente, mas pode ir mudando de ideia a cada minuto. Essa é a parte boa de não estar fixado em um lugar e ter interferências externas! Muda que a vida muda!!

A língua do novo país, as vezes, é um empecilho bem chatinho para integração, mas o que você quer mais? Aproveite essa oportunidade para aprender uma nova língua, pois não dá para viver em um local e não entender a cultura deles. E se você topou sair da sua zona de conforto, não tente se colocar para baixo. Não é fácil, mas dá para ir tentando, uma hora vai =) Não se coloque para baixo, porque mico você vai pagar sabendo ou não a língua.

A vida de expatriado não é tão legal quanto as pessoas imaginam. É uma vida de saudades. Não temos amigos os amigos de sempre. Não temos família perto e nem temos aquilo tudo que estávamos acostumados. É necessário estar se reinventando. Se inserir em uma nova cultura é difícil, ainda mais quando se tem coisas diferentes da sua.

Mas o que se tira dessa história toda…A vida é uma só, vamos acrescentando o que puder, pois você nunca mais vai ser o mesmo depois de uma temporada fora da sua zona de conforto. Aproveite!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s